Coca-Cola Enterprises, Inc. Operações do Edifício e Gestão de Propriedade

More Coca-Cola Enterprises, Inc. projects:

Quando a Kahn Facility Management, Inc., membro da Família de Companhias Albert Kahn, se tornou gerente de instalações da envasadora da Coca Cola Enterprises em Cincinnati, Ohio, em dezembro de 2006, questões imediatas de gestão do edifício variavam desde desperdício endêmico de energia a deficiências mais agudas de encanamento, aquecimento e outras que necessitavam de reparo. O armazém sofria de falta de unidades funcionais de aquecimento, por exemplo, portanto a Kahn reparou imediatamente algumas delas, terceirizou o restante e instalou diversos aquecedores provisórios conforme necessário.

Outras questões de aquecimento incluíam unidades do teto e de solo que não funcionavam, bem como exaustores "desequilibrados" necessitando de reparo. No verão, os profissionais da Kahn descobriram que os refrigeradores do teto não estavam funcionando e que problemas de encanamento incluíam vazamentos e entupimentos, todos reparados prontamente.

Quando a Kahn determinou que a água utilizada nos cinco aquecedores da planta envasadora para processar o vapor era sistematicamente despejada diretamente no principal ralo da instalação - uma prática cara e que causa desperdício - o sistema de tubulação da caldeira foi refeito para possibilitar que a água condensada e interna seja reutilizada, economizando água e dinheiro. Os programas químicos utilizados para suportar estas caldeiras, bem como as torres de resfriamento, foram reconstituídos e instalados novamente, junto com um sistema de gestão química melhorado. Mas as economias de custo mais significativas - aproximadamente $6.000 por mês - resultaram dos ajustes no gerador de energia, que diminuiu ao longo do tempo em virtude do aumento de demandas de produção.

Além das melhorias e dos reparos na planta envasadora, a Kahn também completou um estudo HVAC abrangente do prédio de administração adjacente à instalação. Entre outras iniciativas, as unidades do telhado, com 20 anos de idade, estão sendo substituídas agora por circuladores de ar ultra-eficientes que incluem novos controladores para operação mais eficiente.

I would like to learn more about this project


Detroit, Michigan São Paulo, Brasil